Make your own free website on Tripod.com

 

Tristium

Um pranto umedeceu o rosto já descorado
olhos que trazem céus de um mundo sofrido
de calma e melancolia já fatigado
sonâmbulo letal de um mundo distorcido

Mudo os lábios não descerram queixas ou oração
sobre o leito de pedra a infelicidade
de um sentido longe que não desperta ilusão
ainda lhe envolve o corpo a sonora humildade


Seu pobre canto sobre a dor desmaia
a lousa fria de um sonhar que é morto
quantas noites de angústia em tocaia
solilóquio triste de um viver torto

Cego autômato escravo do dinheiro
um deus sem caridade ou esperança
seus gemidos são as queixas do parceiro
encontra um consolo na lembrança.


Jandira Cahet

 

HOME               VOLTAR