Make your own free website on Tripod.com

 

Tristeza


Estou escrevendo esses versos
porque hoje estou triste,
e alegria no meu coração
no momento não existe

Quando me sinto triste
eu procuro parar
mas parar para que?
parar para pensar e me acalmar

De primeiro penso
que é muita falta de sorte
mas o motivo é simplesmente
muita falta de sorte!

Depois me sinto mal
meu rosto toma a cor pálida
a cabeça em que reina a placidez
transforma-se em turbilhão de águas cálidas.

Parece que tomei um garrafão de nostalgia
que corroí meu pensamento como se fosse cachaça!
mas como toda a bebedeira,
agente dorme e isso passa.

Mas para tristeza,
remédio não existe
pode-se tomar qualquer coisa,
que a lágrima persiste

Quando isso acontece
eu não sei o que fazer
lembro do mais difícil
que é conseguir esquecer.

Mas quando eu me perturbo,
me canso de ver o pranto se impor,
eu tomo uma bebedeira
desde que esta bebedeira seja de amor!

Suely

             

sonhosdalua.tripod.com.br
Ao repassar mantenha os créditos
Lei Nº 9.610 de 19/02/1998 dos direitos autorais