Make your own free website on Tripod.com

 

Enquanto você não chega


Enquanto você não chega...
eu caminho sem segredos.
E respiro lentamente,
de modo que meu coração não canse
e o silêncio não apague o sorriso dos meus lábios.

Enquanto você não chega...
melhor não fazer promessas.
Melhor não querer a espera.
Melhor esquecer a entrega.
A solidão e o frio tão presentes...
melhor é não acreditar.
Não sei o que será amanhã.
Melhor não querer saber.

Enquanto você não chega...
vou lhe esculpindo nos meus versos,
e modelando os versos da sua poesia
em imagens, canções e harmonia.
Quanta tanta emoção e saudade
 de alguém que eu não sei se um dia vai chegar.
Nova vida... novo tempo...
Que possam haver novos amores... será?

Enquanto você não chega...
fico a imaginar a vida sem você.
Vivendo tão distantes,
e com sentimentos tão próximos.
A delicadeza do sentir na insensatez do amar.
Na boca o mesmo gosto.
Na face o mesmo olhar.
E o calor das mãos a me tocar...
Que coisa louca é imaginar que não haja amanhã...
e sentir sem medos.
Nossos corpos escondem o que nossas bocas revelam
no aconchego do segredo de um sonho.

Enquanto você não chega...
vou admirando as noites de lua cheia.
Para que o coração permaneça vivo
mesmo depois de ter lutado em tantas batalhas,

Que ele não se permita morrer
depois de ter trilhado tantos caminhos.
Que a chama continue acesa por ideais,
por desejos, por amores, por vivências, por querências.
Mas que nunca se permita morrer.

Enquanto você não chega...
vou vivendo sem espera.
Sem medida e sem tempo.
E não importa se não amarrem os laços,
ou se não se cruzem os passos.
Tenho a impressão que meu destino é você...

Anna Maria.

 

HOME               VOLTAR